Home / Corpo-Humano / Linguagem corporal para treinadores – Entendendo as diferenças e os estilos

Linguagem corporal para treinadores – Entendendo as diferenças e os estilos

 

 

"Comunicar não é aquilo que diz ou faz, mas sim o que os outros percebem do que diz ou faz"

Liderar é comunicar. E comunicar é usar a linguagem. Infelizmente, quando pensamos em linguagem, pensamos unicamente em palavras, mas o corpo fala tão alto, ou até mais, que o discurso oral. Para entender um pouco mais, sobre o tema, deixamos as palavras de Alexandre Monteiro na segunda edição da Revista Desporto&Esport : "No desporto existe uma “linguagem escondida” que os jogadores, treinadores e maior parte dos intervenientes no jogo usam, a Linguagem Corporal. Normalmente durante um jogo, o jogador não pergunta ou indica as suas intenções de uma forma verbal “ Posso passar-te a bola? Desmarca-te! Vou lançar a bola para a direita! Vou fintar! Vou dar um murro no lado direito!”, Maior parte da linguagem no desporto faz-se de uma forma não-verbal. Sabia que a confiança de um Guarda-redes durante a marcação de uma penalidade sobe aumentando a possibilidade de defesa, se o jogador que marca a penalidade exibir uma postura submissa (Cabeça Baixa, peito encolhido, ombros descaídos)." A realidade é que a linguagem corporal é muito mais verdadeira que aquilo que dizemos. A boca mente, o corpo não. No video abaixo, podemos observar a linguagem corporal de jorge Jesus, após o clássico e entender o que ele realmente sentia sobre a derrota da sua equipa com o Benfica de Rui Vitória.

A Linguagem Corporal define de forma exemplar os tipos de liderança de treinadores. E ajuda muito explicar o porquê do sucesso de alguns treinadores e o insucesso de outros – um caso exemplar é o do Fernando Santos com Cristiano Ronaldo, e como ele sabe usar a sua linguagem corporal para liderar o craque português, e tanto Mourinho como Benitez, não o souberam fazer. Saiba mais aqui. Em Portugal, existem dois estilos muito diferentes: Jorge Jesus (autoritário) e Rui Vitória (mais permissivo e amigável). A questão é: Qual é a diferença entre estes 2 estilos? E, qual destes tem mais a ganhar? Saiba tudo, abaixo, no artigo especial sobre Linguagem Corporal e entenda melhor estes dois treinadores:

x

Check Also

OS 5 MAIORES MITOS E ERROS DA CONSTRUÇÃO DA MUSCULATURA

Facebook Twitter LinkedIn Reddit WhatsAppA maioria dos atletas aumenta a quantidade de ...