Home / Apostas / Futebol: Como antecipar a direcção dos remate nos penaltis?

Futebol: Como antecipar a direcção dos remate nos penaltis?

Linguagem corporal: ler a mente e antever o futuro

Alexandre Monteiro na 2 edição da Desporto&Esport escreve:

“No desporto existe uma “linguagem escondida” que os jogadores, treinadores e maior parte dos intervenientes no jogo usam, a Linguagem Corporal. Normalmente durante um jogo, o jogador não pergunta ou indica as suas intenções de uma forma verbal “ Posso passar-te a bola? Desmarca-te! Vou lançar a bola para a direita! Vou fintar! Vou dar um murro no lado direito!”, Maior parte da linguagem no desporto faz-se de uma forma não-verbal.Os melhores atletas são muito bons a ler linguagem corporal, são muito intuitivos a emitir sinais não-verbais e ainda a captar e entender as pistas não-verbais dos adversários e treinadores. Os atletas excelentes dominam esta linguagem e usam-na para dissimular a sua estratégia (Fintas, dissimular golpes, dissimular passes…), ou antecipar a estratégia do adversário (“cortar” a bola ao adversário, adivinhar o lado de marcação de uma penalidade, para onde irá ser atirada a bola, perceber qual o golpe do adversário, …). A linguagem corporal é uma linguagem simples e mais verdadeira que todos nós já conhecemos e “ falamos”, o meu objetivo é relembrar os seus significados e criar uma consciência sobre os sinais, movimentos e expressões em prol de melhores resultados. A linguagem corporal influencia o comportamento do jogador antes e durante jogo, se o jogador optar por uma postura de confiança, peito para fora, ombros levantados, cabeça levantada, irá elevar os níveis de testosterona logo melhorar o seu desempenho e rendimento durante o jogo.

Sabia que a confiança de um Guarda-redes durante a marcação de uma penalidade sobe assim como a possibilidade de defesa, se o jogador que marca a penalidade exibir uma postura submissa (Cabeça Baixa, peito encolhido, ombros descaídos)…”  – leia a totalidade deste artigo aqui.

E, as capacidades de “ler” o corpo do adversário e “adivinhar” o sentido do remate é algo que é feito desde sempre pelos guarda-redes.  Quando um penalti é cobrado, os guarda-redes costumam observar a posição do corpo e a direcção dos olhos do jogador para tentar adivinhar o lado em que a bola será lançada. Essas pistas, são no entanto disfarçadas e alteradas pelos “especialistas” de marcação de penaltis.

Mas, existe uma realidade objectiva: a linguagem corporal não mente! E, como um grupo de cientistas daUniversidade de Greenwich descobriu, os guarda-redes estavam procura dos sinais nos sítios errados e deviam estar a olhar para os ombros e para a perna de apoio.

O segredo: Os ombros e a Perna de apoio

Para o estudo em questão, colocou-se uma maquina de filmar atrás da baliza, altura dos olhos de um guarda-redes de estatura média e com a lente ajustada para simular a sua visão. A câmera filmou 46 cobranças de penaltis. O filme foi transferido para o computador e submetido a um software de análise de movimento. O programa mediu os ângulos da perna de apoio, do ombro, da bacia, dos pés e do tronco do jogador, durante sua corrida e imediatamente antes do remate.

A análise estatística permitiu concluir que apenas os ângulos do ombro e da perna de apoio em relação ao chão estão associados direcção do remate. Essas medidas, no entanto, só permitem prever se a bola será lançada no centro, no lado direito ou esquerdo.

futebol3-compressed

O segredo para antecipar o sentido do remate está no ombro e na perna de apoio.

O estudo constatou que a bola atinge o centro da baliza quando o ângulo médio da perna de apoio do atleta em relação ao chão é de 56,5 graus e o ângulo médio dos ombros é de 4,9 graus. Se o ângulo da perna aumentar para 65,5o e o ângulo dos ombros continuar em torno de 5o, a bola atingirá o lado direito da rede. Quando a bola vai na direção contrária, é o ângulo do ombro que varia (chega a 9,6o). Nesse caso o ângulo da perna fica em torno de 56,6o.

O filme foi mostrado a 10 guarda-redes e foi-lhe pedido para adivinhar a direcção do remate. Foi dada uma resposta. E novamente as imagens foram mostradas, mas após os guarda-redes terem os dados do estudo. Verificou-se um aumento de 9% no acerto da direcção da bola após o remate. Pode parecer pouco mas é a diferença é enorme e foi conseguida sem treino.

Na pratica, este conhecimento pode significar a vitória ou a derrota numa grande competição. Imagine-se numa final do campeonato do Mundo, empatado após os 90 minutos e o prolongamento, e tem de ser decidida pela marcação de grandes penalidades. Que guarda-redes prefere ter a defender as suas cores? Um que nunca ouviu falar deste estudo? Ou prefere um guarda-redes treinado para ler o corpo do adversário e com uma capacidade de antecipar a direção do remate potenciada pelo menos mais 9%?

 

Conheça a Nossa Revista Desporto&Esport
A versão total são 200 páginas, 100% conteúdo e sem publicidade

ou

x

Check Also

As 5 dicas de Lucas Moura para o drible perfeito

Facebook Twitter LinkedIn Reddit WhatsApp Aprenda a enganar os defesas ao estilo ...

ESTAMOS NO FACEBOOK E NO TWITTER
Não perca nenhuma das nossas matérias
Tenha as nossas Revistas em pdf e conteúdo exclusivo