Home / Corpo-Humano / 5 regras simples e eficazes para melhorar o tempo da sua recuperação

5 regras simples e eficazes para melhorar o tempo da sua recuperação

Ganhar força é um processo em dois passos: levantar e recuperar. Normalmente, faz-se o primeiro e ignora-se o segundo. O segundo passo é essencial para “preencher” todas as carências do organismo e deixá-lo pronto para mais um treino. Veja estas seis maneiras para poder recuperar o melhor possível…

  1. Durma sempre bem e descanse Se os seus hábitos são um desastre, não vai render o máximo no treino. Comece pelo sono e depois pelo stress. Se não consegue dormir oito horas por noite, tente fazer uma sesta, mas não a faça depois das 17h para não interferir com o sono noturno. Bastam 20 minutos, pois se dormir mais tempo cai num sono mais profundo e depois fica mole o resto da tarde.
  2. “Abuse” das proteínas e da água Vamos poupá-lo ao sermão sobre as verduras e vamos diretos à proteína. O objetivo é consumir entre 1 e 1,5 g por cada quilo do seu peso. Quanto à hidratação, existe uma maneira bem mais fácil para manter tudo sob controlo: se a urina for clara, está a beber o suficiente, mas menos de duas micções mais claras ou semiclaras durante o dia é sinal que precisa de se hidratar mais.
  3. Faça tempo entre exercícios Segundo a regra das 48 horas, deve esperar dois dias antes de voltar a treinar o mesmo músculo. Isto vale para os movimentos que implicam apenas uma articulação (como os curls de bicípites), mas precisa de quatro dias – no mínimo – para recuperar bem após um supino demasiado carregado, sugere o International Journal of Exercise Science. Cargas pesadas e poucas repetições às segundas-feiras? Então carregue menos ao fim de semana.
  4. Alongue sem medo A dada altura acreditou-se que os alongamentos estáticos podiam deixá-lo mais lento e fraco nos restantes exercícios. Errado! Agora já se sabe que é necessário alongar sempre antes de qualquer treino. Faça mais alongamentos diários nas áreas que se encurtam mais facilmente: quadricípites, isquiotibiais, flexores do quadril, peito e bicípites. Mantenha cada alongamento durante cinco inspirações profundas.
  5. Aposte no relax ativo Existem vários estudos que demonstram que o descanso ativo – basta um passeio de 45 minutos – reduz as dores nos dias em que não vai ao ginásio. Qual a verdadeira razão para o fazer? Estes movimentos ajudam a eliminar os resíduos metabólicos das suas extremidades. Considere-o como um detox natural. A recuperação não é só um método para reduzir a dor, já que também acarreta benefícios mentais, físicos e emocionais.

Ref: Miguel Rocha, 2017, “6 regras da recuperação”, MensHealth Pt

Conheça a Nossa Revista Desporto&Esport
A versão total são 200 páginas, 100% conteúdo e sem publicidade

ou

x

Check Also

(Video) O treino e exercícios de Jason Momoa o novo Aquamen (e o Khal Drogo de GOT)

Facebook Twitter LinkedIn Reddit WhatsAppJason Momoa, o Khal Drogo de GOT e o ...